Entrevista com Heber Bispo: O espaço virtual masculino “Detonando a Matrix”


Fraternas, dando continuidade as “Entrevistas com os Homens”, cujos temas são relacionados a vida masculina na voz masculina e, por efeito direto, relacionados a vida feminina também, segue a entrevista concedida por Heber Bispo, 30 anos, paulista de Campinas., autor e administrador do blog Detonando a Matrix e outros espaços virtuais de temática masculina, e, que nesta entrevista compartilha conosco suas ideias, informações e propósitos relacionados as questões masculinas na proposta do espaço virtual masculino “ Detonando a Matrix”, o que acredito ser um tema importante à todas as mulheres que se preocupam com os destinos no mundo de seus filhos, netos, irmãos, esposos, amigos e parentes homens tanto no plano individual como no coletivo em nossa sociedade.

Espero que gostem da entrevista e que também lhes seja útil para compreenderem as questões que os homens pautam na atualidade, tanto em sua lida com mulheres como na vida em geral.




O Heber Bispo:



SZ: Quais são suas posições políticas e filosóficas?

Heber: Me considero um nacionalista de centro. Embora tenha as minhas crenças, sou adepto da filosofia darwinista.



SZ: Quais são os espaços virtuais que é dono e/ou moderador além do site Detonando a Matrix?

Heber: Eu criei e administro (tenho ajuda de alguns administradores também) os seguintes grupos e comunidades no Facebook:
*Grupo pensão alimentícia, um roubo:. http://www.facebook.com/groups/321460577871029/
*Grupo lei José da Lapa, pelo fim das agressões físicas e morais contra os homens:

* TODA MULHER E MACHISTA NA HORA DE PAGAR A CONTA, grupo para discussão e evolução do homem. http://www.facebook.com/groups/272166389489510/

* COMPENDIO DE TERMOS FEMININOS, grupo para traduzir as frases, jogos e dissimulações das mulheres. http://www.facebook.com/groups/308665052495993/

* BRASIL PRIMEIRO, grupo para discussão sobre questões que são do interesse maior do Brasil, principalmente a política e economia. http://www.facebook.com/groups/334476803244955/

*BRASIL GEOPOLITICA E DEFESA, Comunidade para quem se interessa por saber mais sobre Geopolítica, espionagem e sistemas militares. http://www.facebook.com/pages/Brasil-geopolitica-e-defesa/263368443706696

*ARQUIVO MACHISTTA: Grupo para charges e vídeos com conteúdo humorístico. http://www.facebook.com/groups/255045507891623/

*FILMES COMPLETOS. http://www.facebook.com/groups/178428365621002/

*Músicas da Real. http://www.facebook.com/groups/329754500450841/

*Exótica. http://www.facebook.com/pages/Ex%C3%B3tica/347790235302286




SZ: Qual é a sua formação acadêmica? 

Heber Bispo: Até o inicio da minha adolescência era filho de empresário, classe média/alta, queria fazer faculdade de comércio exterior ou de Geopolítica.
Todos esses sonhos acabaram quando meu pai faliu e fui obrigado a lutar para ter o que comer.
Depois que meus pais faliram, passamos inúmeras dificuldades, trabalhei como garçom por 9 anos e hoje estou me preparando para criar a minha própria empresa.



SZ: Como foi sua educação familiar e religiosa?

Heber Bispo: Nasci e fui criado em uma família que segue o Pentecostalismo, tive uma criação muito rígida em que os valores morais eram colocados sempre em primeiro lugar.
Hoje, apesar de não seguir nenhuma religião, entendo como muito  positivo ter uma criação com valores religiosos, mas sem fanatismo.



SZ: Como se define?  

Heber Bispo: Honesto, guerreiro, simples, rude quando necessário, irônico, pragmático e  sem tanto medo da morte como a grande maioria das pessoas.




Sua atuação nas questões masculinas:



SZ: Quando iniciou e como está sendo sua trajetória nas questões masculinas no campo virtual?

Heber Bispo: Tudo começou quando conheci o blog do Silvio, o verdadeiro claro.
Me lembro que enviei o link do blog dele pra todos os caras que eu conhecia e pedia pra eles deixarem comentários no blog dele, o apoiando.
Berrava pros meus amigos e dizia: "Temos que ajudar esse cara, de qualquer jeito, temos que ajudar porque o trabalho dele é vital!"
Com o tempo, os blogs dos pioneiros foram sendo excluídos, por opção deles mesmo.
Tudo na vida tem o seu tempo, eles fizeram a parte deles, cabe a nós fazermos a nossa agora.
Decidi criar um blog o Detonando a Matrix, quando percebi que a “Real”(?) estava sumindo, sem renovação, sem caras novas, sem atitude e com um radicalismo de ultradireita crescente.
O blog está fazendo barulho.
 Tanto que toda semana recebo mensagens de mulheres dizendo que estão me denunciando para o Safernet, mesmo sabendo que não tem nada ilegal no blog.
Elas fazem isso pra intimidar mesmo, pra ver se eu paro com o blog que tanto as incomoda.
Percebi também que o futuro do masculinismo brasileiro estava no Facebook.
Assim criei vários grupos no Facebook e logo em seguida toda “Real” veio junto, alguns ainda estão no Orkut, tem alguns poucos caras no Orkut e que fazem um bom trabalho.
No início, fiquei meses postando praticamente sozinho, porque os grupos eram muito pequenos.
Hoje os grupos possuem dinâmica própria e o principal chegará aos mil membros em breve.



SZ: Quais são seus referenciais teóricos ou não sobre as questões masculinas no campo amoroso, da cidadania e na vida em geral? 

Heber Bispo: No Masculinismo, o autor Nessahan Alita e o blogueiro The Truth, pena que conheci o blog dele muito tarde.
Admiro e sigo os ensinamentos de Carl Phillip Gottlieb Von Clausewitz ou simplesmente Clausewitz, porque a verdade é que nos dias de hoje não podemos mais ter a mesma atitude de Cristo, de "dar a outra face" porque se fizermos isso terminaremos dentro de um saco plástico bem antes do esperado.



SZ: O que o motivou a atuar nas questões masculinas no campo virtual?

Heber Bispo: Alguém tem que se mexer e fazer algo, porque quando os bons ficam inertes os maus dominam.
Só fiz o que achava certo, nunca fiquei pensando muito e filosofando pra tomar alguma atitude.




Suas ideias e posicionamentos:



SZ: Qual é o seu posicionamento sobre o aborto e a legalização disso?

Heber Bispo: O aborto faz parte da agenda feminista e cedo ou tarde legalizado em todo ocidente, porque esse é o desejo das grandes corporações e pretendo tocar nesse assunto no blog futuramente. Um soldado que volta de uma guerra sempre diz:
"O mais difícil foi matar o primeiro, depois me acostumei e parei de sentir remorso"
O mesmo ocorre com a mente da mulher depois que mata seu próprio filho.
Ela fica fria e passa a não se importar mais.



SZ: O que pensa sobre as mulheres, sobretudo quanto as mulheres brasileiras?

Heber Bispo: A mulher moderna deixou de ser o complemento do homem para se tornar inimiga do homem.
A mídia tem um papel fundamental nessa lavagem cerebral que faz as mulheres acreditarem que no passado os homens só maltratavam e "usavam" as mulheres o que é uma ideia ridícula, e a maior prova disso é o sofrimento por amor de nossas avós quando seus maridos faleciam!
A mulher do passado amava a de hoje inveja e manipula e, além disso, usa o homem como escada no seu alpinismo social diário.
Quanto a mulher brasileira, ela é terrível porque é a mulher mais "gostosa" e sensual do mundo e isso faz com que homens do mundo todo aceitem fazer qualquer coisa pra possuir o corpo da mulher brasileira.
A mulher brasileira sabe disso e usa o próprio corpo como uma arma muito eficiente pra ter tudo o que deseja.



SZ: Como vê a guerra dos sexos e quais são suas causas, consequências e soluções em sua opinião?

Heber Bispo: A guerra dos sexos é uma triste realidade, sendo inclusive tema de um novo lixo que a TV brasileira lançou.
A causa é desenvolvimento tecnológico da humanidade e a facilidade que a tecnologia trouxe a todos, especialmente para as mulheres.
Porque é impensável existir guerra dos sexos na época do Paleolítico, alguém consegue imaginar essas feministas raivosas de hoje chamando um homem de inútil e indo fundar sua própria tribo tendo que lutar contra animais com três vezes o seu tamanho todos os dias?
A consequência mais rápida da guerra dos sexos no ocidente será o nascimento de uma nova era, que virá logo em seguida ao pós-feminismo e pretendo abordar sobre o futuro sombrio que aguarda o ocidente lá no blog em breve, sim, estou fazendo mistério.
As soluções, em minha opinião é a verdade e a tenacidade em expor a verdade.
Quando a verdade vem à tona, ela destrói qualquer mal, o problema é que mesmo os lideres que tem boas intenções no mundo e que são bem poucos é verdade, mas existem e eles são manipulados por uma agenda globalizante, mas que só globaliza o que é ruim, o bom é jogado no lixo.



SZ: O que pensa sobre a prática de "Marriage Strike", e em seu entendimento quais são suas causas e consequências?

Heber Bispo: As últimas pesquisas mostram que os homens têm mais desejo de casar e ter filhos do que a mulher e pra mim isso não surpreende porque o macho humano tem uma função bem clara no mundo que é a de proteger a mulher e procriar o máximo possível.
O “Marriage Strike” é a única "arma" que o homem possui para obrigar a mulher "moderna" a repensar seu atual estilo de vida.
A mulher só fornece sexo se ela tiver algum lucro com isso.
Mas que lucro as mulheres teriam se todos os homens se recusassem a manter qualquer tipo de relacionamento estável com elas e não se submetessem aos jogos emocionais e guerra de egos que a mulher atual sempre faz questão de inserir em qualquer relação?
Elas seriam obrigadas a mudar de atitude e isso seria benéfico para todos.



SZ: Como vê o papel social, político, econômico, religioso e familiar do homem e da mulher em suas naturezas biológicas e energéticas e na sociedade brasileira em geral e qual seria o ideal em sua opinião?

Heber Bispo: De forma bem resumida pra não cansar.
O homem é o "não" e a mulher é o "sim" na sociedade.
Sem a figura reguladora de um homem capaz de dizer não aos filhos, uma sociedade se degenera rapidamente e estamos vendo isso acontecer em todo ocidente neste exato momento.
Já disse isso no blog e repito novamente: pra mulher tudo é permitido desde que atenda aos seus interesses.
O ideal seria como as coisas funcionavam até a década de 60, com o pai fornecendo 60% de "não" e impondo limites morais às futuras gerações, e a figura da mãe fornecendo os 40% de "sim" como uma recompensa ao cumprimento do "não".
E claro, com a mulher sempre exercendo forte pressão para conter o instinto de procriação do homem, para qual a natureza o dotou de uma libido muito superior a feminina.
Dizer não nunca é fácil, mas quem disse que o homem veio ao mundo pra ter uma vida fácil?




O Blog “Detonando a Matrix”:



SZ: Poderia nos inteirar sobre o espaço virtual "Detonando a Matrix", quanto a proposta, temática, praticas e formato? 

Heber Bispo: Já falei porque criei o blog na outra parte da entrevista, mas não falei tudo sobre o blog.
O blog Detonando a Matrix foi um divisor de águas, porque pela primeira vez alguém tido como "esquerdista" (na visão de alguns) fez um blog masculinista de alta qualidade e essa qualidade se reflete nos mais de 250 mil acessos que o blog teve nos seus primeiros 8 meses de vida mesmo sendo atualizado somente uma vez por semana, toda quarta-feira e sofrendo todo tipo de boicote, até mesmo dentro do movimento masculinista, por motivo de ego, picuinhas, etc.
Como se isso não bastasse, ainda inovei na forma de fazer posts, inserindo pesquisas, vídeos e até charges de forma constante, além de colocar os principais trechos dos textos em imagens marcantes, porque isso ajuda a memorizar a mensagem e os caras que fazem as letras pra me ajudar com os posts assim como eu não recebem 1 centavo pra fazer isso, fazemos porque acreditamos nessa causa.



SZ: Quais são suas parcerias e patrocínios no blog Detonando a Matriz?

Heber Bispo: Os meus parceiros são quase iguais a mim, acreditam numa causa e lutam por ela, cada um a seu modo e o que eles fazem pode ser visto na área parceiros desse blog.
Quem me patrocina sou eu mesmo, até esse momento não ganhei e nem perdi dinheiro com o blog.



SZ: Quanto líder como você procede no espaço virtual “Detonando a Matrix" em relação a inteiração dos membros, a atuações das parcerias, atuação de possíveis “trolls” ou detratores e como lida com as situações de conflito e/ou tentativas de postagens indecorosas e/ou criminosas, tais como: mensagens misóginas, misândricas, racistas, de intolerância religiosa ou de outra ordem?

Heber Bispo: Complicado viu? Porque hoje a misandria está por toda parte e ninguém faz nada pra mudar isso, e hoje qualquer coisa que desagrade a mulher atual é imediatamente taxada de misógina e perseguição.
No blog existe muito "chumbo trocado" porque quase todas as mulheres que leem o blog se recusam a admitir que existam homens que não vão se submeter a elas de modo algum.
Isso mexe demais com o ego feminino e recebo mensagens como ameaças de todo tipo, algumas eu aceito, e dou alguma resposta, seja bem humorada ou com provas cabais de que o que afirmo no blog nada mais é do que a realidade.
Interessante notar que as mulheres sempre tendem a venerar machos destacados, e por esse motivo também recebo mensagens de apoio e até mesmo de assedio sexual.
Às vezes faço piadas sobre as leitoras que me assediam tanto no blog como no meu perfil no Facebook, faz parte.



SZ: Já viu resultados benéficos e/ou prejudiciais para os participantes do espaço virtual masculino que você administra e em seu próprio desenvolvimento? 

Heber Bispo: Os resultados benéficos são incontáveis e é impossível saber quantas vidas foram salvas, principalmente de homens que queriam cometer suicídio por causa de alguma relação mal sucedida e dos jogos emocionais femininos.
Mas também ocorre de alguém não ser capaz de lidar com a realidade que passa a enxergar depois que sai da “Matrix”, e passa a agir de modo exagerado, com esses procuramos ter mais cuidado e sempre mostrando que radicalismo não resolve nada.



SZ: Quais são as metas e planos futuros em relação às questões masculinas e seus espaços virtuais, sobretudo o "Detonando a Matrix"? 

Heber Bispo: Pode parecer estranho, mas a verdade é que não tenho tantos planos assim, porque sei que a minha parte estou fazendo.
Mas se eu pudesse, criaria um blog feminino no mesmo molde que o Detonando a Matrix, mas feito por uma mulher, isso seria fantástico, mas até agora não surgiu nenhuma querendo fazer algo do tipo. Estão mais preocupadas em postar fotos no Facebook para inflar o próprio ego.



Seus conselhos e orientações aos jovens e palavras às mulheres:


SZ: Heber Bispo, agradeço sua boa vontade em nos dar essa entrevista onde de forma franca e atenciosa nos expôs suas ideias, sentimentos e práticas nas questões masculinas. Saiba que este simplório espaço virtual está a sua disposição para o beneficio da boa qualidade de vida dos homens e, por efeito, para a boa qualidade de vida das mulheres também, pois vale lembrar que as mães, filhas, irmãs e amigas dos homens também são mulheres e que sempre desejam a felicidade dos homens a quem dedicam seu afeto e cuidados.

Para finalizar: Quais seriam seus conselhos e orientações aos jovens e adolescentes quanto ao seu desenvolvimento pessoal e posicionamento quanto homens nas múltiplas relações com as mulheres e na vida em geral? E também poderia dirigir suas palavras às mulheres que por ventura lerem esta entrevista?

Heber Bispo: Vou falar direto para os caras dessa nova geração, porque a situação deles é realmente preocupante.

O garoto dessa nova geração é criado pra ser um frouxo e vai envelhecer acreditando em uma suposta superioridade feminina frente aos homens, e nunca vai procurar saber se isso é verdadeiro ou não e também não sabe que quem construiu tudo o que vemos a nossa volta hoje foram homens, e construíram com sangue e suor.
Essa lavagem cerebral que os homens desse início de século 21 sofrem diariamente vai fazer com que as mulheres percam a capacidade de autocrítica, porque os homens de hoje só dizem sim e isso mimou de tal forma a mulher, que qualquer "não" que ela ouve é imediatamente taxado de opressão machista, perseguição, misoginia etc.
Não existe muito que fazer sobre isso, a não ser ler e divulgar o máximo possível os blogs masculinistas porque através deles se conhece tudo o que é necessário.
Ler e reler quantas vezes for preciso e colocar em prática o que aprendeu.
Tenho que dizer isso por mais que eu acredite que não vai adiantar nada: caras, parem de pensar com a cabeça de baixo!

Quanto a mulher que eventualmente trave contato com o masculinismo, não tenho tanta esperança de que serão capazes de se livrar da lavagem cerebral de uma mídia feminista e misândrica e também de deixar de lado o próprio ego para reconhecer que apenas estamos expondo a verdade.
Mas, se a mulher realmente quer sair da “Matrix”, porque a “Matrix” não envolve somente o homem e sim a todos, ela deve fazer um exercício de psicologia bem simples.
Ela deve parar de achar e passar a enxergar.
Basta observar com atenção e sem preconceitos o que acontece no mundo atual e no dia a dia.
Se a mulher for capaz de agir sem afetações, ela vai concordar com tudo o que afirmo no blog Detonando a Matrix que considero o mais realista e isento, sou suspeito em falar isso porque sou eu quem escreve os textos, mas essa é a minha opinião.
A maior prova disso, é que atualmente vários psicólogos e principalmente psicólogas, além de estudantes de dinâmica social, dizem ler e aprender com o blog.
Pra encerrar, quero dizer que não tenho medo.
Ao contrário da esmagadora maioria dos masculinistas que se acovardam, eu não padeço desse mal.
Inclusive Símia, acho muito interessante o que você vem fazendo, um trabalho inteligente e oportuno.

Um abraço a todos os homens e mulheres que lutam por um mundo melhor!

Heber Bispo.

Blog Detonando a Matriz:
================================Símia Zen.

20 comentários:

Klandestynos

Excelente Heber bispo, é uma honra acompanhar seu trabalho no blog, e nos grupos no facebook, hoje meu ponto de vista é muito diferente do que aquele que me cegava antigamente. espero que a Real cresça bastante, e acorde vários homens sem perpectivas, e extremamente manginas.

Marcos Carvalho

Boa entrevista.
Não concordo com alguns pontos, como achar extremismo demais considerar as mulheres como inimigas dos homens. Embora haja mesmo muita dissenção ainda está cheio de mulheres bem criadas e que procuram ser sim complemento para algum homem. Mas, enfim... Dá pra tirar boas reflexões do que foi dito de forma geral.

Uno da Verdade

Boa entrevista.

Me considero um rapaz de sorte, hoje tenho 18 anos de vida e logo aos 14 comecei a me questionar sobre a psico-relação feminina com o homem, já aos 15 conheci comunidades no orkut que tratavam do assunto. Começei a ler Nietzsche, política Dantesca e diversos outras fontes de conhecimento filosófico, por conseguinte me tornei adepto, por enquanto, da filosofia Niilista, além de diversas outros ramos ideológicos (Naturalismo, Ateísmo, Antifeminismo) tudo isso graças a ''real'' masculina.

Uno da Verdade
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo

Esse blog do Heber só presta na parte de relacionamentos.

Pois este sr. não passa de um esquerdinha vagabundo.

empalador.

Valeu anonimo, obviamente voce nunca diria isso na minha frente.

jacobus herculaas

Parabéns, pelo blog por dar espaço ao Heber, o criador do detonando a Matrix, no qual tanto homens e mulheres deveriam ler, já que ambos, atualmente, estão sendo fantoches dum sistema comunista crescente, em especial, quando entra os ramos gayzistas e feministas.

Símia Zen

Obrigada, Jacobus herculaas. Eu é que agradeço a entrevista que o Heber Bispo me concedeu e também a parceria entre os blogs Detonando a Matrix e Reflexões Femininas.

Anônimo

Também admiro o Detonando a Matrix porque ele vai ao centro da questão que é a exploração do homem pela mulher sem passar pelas divisões politicas partidarias; quando conheci o site do Bufalo me identifiquei com a luta pela dignidade do homem mas me assustei com a quantidade de comentarios de extrema-direita.
O detonando a Matrix é o lugar pra quem é nacionalista de Centro como eu.

Símia Zen

Concordo com vc, Anônimo, realmente o Detonando a Matrix é muito bom, sobretudo no sentido de vc diz. E uma das coisas q acho mais bacanas no masculinismo brasileiro é que não há uma unanimidade massificadora das mentes masculinas, e sim uma diversidade de pontos de vista e propósitos, isso realmente é muito bom pq cada um com sua individualidade pode refletir e se expressar com total autonomia com respeito as próprias aspirações, ideias e personalidade. Muito bacana isso...

Jamison Max

Parabéns Heber e Simia, foi uma ótima entrevista, o mundo inteiro precisa saber que é através de nós homens de honra que os valores familiares serão resgatados, fico honrado em fazer parte desse incrível trabalho e grato por ter feito com que eu reconhecesse meu valor perante a sociedade feminista que manipula de forma imunda e promíscua a mente feminina escravizando o homem. Deixo aqui minha gratidão.

Símia Zen

Jamilson Max, eu é que agradeço a vc pelas palavras de apoio e incentivo e ao Heber Bispo que nos concedeu essa entrevista tão bacana com mt boa vontade. Obrigada!

Anônimo

Muito bom dar espaço ao Detonando a Matrix. O Blog é excelente e em vários pontos pensa como eu. Inicie-me no pick up art para entender melhor a cabeça feminina, e neste mundo acabei aprendendo muita coisa. Embora tivesse uma mentalidade masculina extrema e racional, não conseguia entender a mulher. Com ajuda de blogs como e DaM, práticas de pick up art e a leitura de clássicos (fora a formação acadêmica), me ajudou a manter um relacionamento em que eu sou o macho alfa e minha companheira entende meu papel, o dela, aceita e é totalmente cumplice da real relação macho e fêmea.
Para mim, o maior problema é que as mulheres modernas acreditam que sexo é um prêmio que elas dão ao parceiro. Quando a mulher ouve "não" de um homem de verdade, ela compreende o papel dela. E a mulher aceita viver esse papel natural quando está acompanhada de um homem (macho alfa) de verdade.

Símia Zen

Boa contribuição Anonimo! Tmb acho que os espaços masculinos de estudos, reflexões e debates, como é a DaM, ajudam mito a elaboração das questões relacionais e da vida masculina em geral.

Anônimo

Pessoal, tenho 18 anos e terminei meu namoro a 1 mês, bem.. ela terminou comigo, ela veio.. toda meiga, linda, carinhosa, me fazia bem, me fez acreditar que me amava, eu amava ela e depois de 6 meses namorando ela termina comigo falando que não sente mais nada por mim e ja ficou com outro no mesmo dia, sempre fui um homem "bom" carinhoso, romantico, simpatico, fiél... e é sempre esse tipo de homem que se fode.

Anônimo

sou eu /\.. esqueci de falar, que depois que ela terminou comigo quase entrei em depressão =s

Daniel Coutinho

Vamos comemorar a estupides humana.vamos comemorar os estupros. os filhos abandonados por pais que trocaram suas maes por vagabundas porque e disso que os homens gosta.cachaceiros drogados putanheiros violentos. as muulheres sao seres guerreiros

REPLICANTE

Daniel Coutinho
Comemore sua estupidez na sua, tu não é homem não?! Por que produz dano moral contra si próprio?. Somos homens de bem seu babaca!

HEADBANGER ZETA MGTOW

discordo sobre o darwinismo ate porque sou apolítico, porém concordo com ele em relaçaõ a ser contra a filosofia de jesus cristo de ''dar a outra face'', seguir isso é terminar morto mesmo, eu mesmo quase morri porque fui mole com um inimigo uma vez.

eu discordo do termo matrix, durante muitos anos de real, eu nunca tinha visto o filme matrix e usava o termo matrix pra copiar os masculinistas, mas aí percebi que o filme é extremamente mangina,o neo vira imortal com um beijo da mulher, não tem nada a ver com masculinismo. deturparam o termo. o filme matrix é gnostico, porque gnose é adoração ao feminino e necessidade da mulher pra se libertar, é muito mangina.

quanto a esse daniel coutinho aí, só digo uma coisa, esse é o tipo de otario que vive pra sociedade e nao pra si mesmo. esses otarios consermanginas querem viver pra sociedade, querem mostrar o quanto servem a sociedade e o quanto são preocupados com a sociedade, isso mostra que a direita politica é tão alienada quanto os esquerdistas. eu tenho uma filosofia de vida baseada no egoísmo e misantropia.

jonas vicem
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Retornar ao topo